Bem-Vindos ao Éden – primeiras impressões

A série Bem-Vindos ao Éden, lançada em 2022 pela Netflix foi uma grande aposta para os fãs de mistérios em lugares exóticos. Acompanhando principalmente a personagem Zoa (Amaia Aberasturi), que tem muitos problemas com sua mãe que entra e sai da reabilitação, cuida de sua irmã mais nova enquanto seu pai viaja sempre. 

Um dia Zoa recebe um convite, para uma festa exclusiva em uma ilha isolada, mas tudo isso é um pretexto para que 6 deles, entrem em Éden, uma comunidade autossustentável que se encontra na ilha. 

Durante a festa já percebemos um pouco do clima da ilha entre alguns integrantes que estão trabalhando disfarçados na festa. Então vemos um grande holograma de uma das líderes de Éden, que oferece para os seis jovens selecionados sua nova bebida, mas após beberem do misterioso frasco, os seis apagam e quando voltam a consciência não há mais ninguém na ilha além deles. 

Guiados por um drone, eles caminham até o acampamento em que estão os integrantes de Éden e são recebidos de forma acolhedora por Astrid (Amaia Salamanca) e Erik (Guillermo Pfening). Mas, eles não podem sair da ilha por problemas no clima que afeta a vinda dos barcos, e então convivem com eles como se fossem parte da comunidade.  

Mas será que alguém realmente pode sair de Éden? Por que o seis foram selecionados dentre tantos outros? O que essa comunidade é de verdade? 

Para saber mais assista a série Bem-Vindos ao Éden na Netflix. A primeira temporada, que conta com 8 episódios, já está disponível na plataforma com uma segunda temporada confirmada. 

Sinopse: Um grupo de jovens influenciadores, acostumados com uma vida agitada, são convidados por uma marca de bebida para comparecer a uma festa exclusiva em uma ilha deserta. Ao chegar a festa, eles ficam deslumbrados por aquele mundo, mas rapidamente percebem que o lugar talvez não seja o que parece.

1 comentário em “Bem-Vindos ao Éden – primeiras impressões”

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: